O que sua alimentação tem a ver com os seus genes?

Como está a qualidade da sua alimentação? É rica em salgadinhos, bolachas recheadas, refrigerantes e guloseimas o dia inteiro? Ou é repleta de comida de verdade: arroz, feijão, folhas, legumes e frutas, deixando uma guloseima para ocasiões especiais?

Você sabia que a qualidade da sua alimentação é capaz de modificar a expressão dos seus genes?

Mas o que isso significa? Significa que alguns genes se expressam ou não de acordo com o que você come e a forma como você vive.

Além da alimentação, muitos outros fatores podem afetar como seus genes se expressam: o meio ambiente, o estresse, a poluição, o sono, os medicamentos que você toma, o seu estilo de vida. E a alimentação é o fator que mais influencia, ou seja, entre todos os fatores que afetam a nossa genética, a comida é o principal.

Os alimentos contêm nutrientes e compostos bioativos que atuam como fatores capazes de modificar nosso metabolismo. E, como já vimos, isso pode mudar a maneira pela qual os nossos genes se expressam. Por que isso acontece?

Dependendo de como está a sua alimentação, seus genes podem se modificar, e se expressar de tal forma a colocar o seu metabolismo em risco, ou, ao contrário, se você fizer uma mudança de estilo de vida para um estilo mais saudável, isso poderá ajudar a reverter algumas alterações do seu metabolismo. Aqui eu falo de reverter certos casos de obesidade, de diabetes do tipo 2 não insulinodependente, ateroma (placas nas artérias), câncer, doenças autoimunes.

Nosso DNA não é nosso destino.

Temos a possibilidade de melhorar nosso estilo de vida para sermos a melhor versão de nós mesmos. Essa é uma ótima notícia. E a alimentação é muito importante: o que, quanto e como comemos são os fatores principais. Ou seja, nosso componente herdado, os genes, são apenas uma parte do todo; o que fazemos com eles é o que realmente importa.

Não adianta culpar a genética por todos os seus problemas. Você precisa fizer a sua parte e se cuidar. Descasque mais e desembale menos. Os alimentos in natura devem ser a base da sua alimentação; evite os ultra processados, pois são ricos em sal, gordura e açúcar; pratique atividade física; evite a ingestão de bebidas alcoólicas; durma bem.

E lembre-se que uma saúde muito boa é o resultado natural de uma nutrição também muito boa.